segunda-feira, 9 de março de 2009

BARTIMEU (Lc 18.35-43)

Bartimeu
Seu nome é composto de aramaico e grego e significa: Filho de Timeu.
Bartimeu era cego e o cego naquela época era desprezado e considerado um imundo. Além da extrema miséria em que os cegos viviam ainda eram considerados malditos de Deus. O povo os via como alvos da vingança de Deus e por culpa do pecado de seus pais.
Para o cego não existia outra forma de vida senão pedir esmolas à beira dos caminhos ou à entrada do templo.

Bartimeu estava pedindo esmolas à beira do caminho, quando ouviu a multidão com o maior barulho e qualquer um que fosse cego e tivesse uma multidão do seu lado gritando ia perguntar o que estava acontecendo.
E o motivo da multidão era Jesus.

Filho de Davi
O fato de Bartimeu ter chamado Jesus de Filho de Davi nos mostra que ele teve uma fé muito grande, pois todos ali se referiam a Jesus como Jesus de Nazaré.

1) Ele aproveitou a oportunidade
Bartimeu provavelmente já havia ouvido a respeito de Jesus, talvez tenha escutado o que Jesus fez a outros cegos.
O fato é que quando Bartimeu ouviu que era Jesus, começou a clamar: Jesus filho de Davi tenha compaixão de mim, e mesmo sendo reprovado pela multidão ele continuou.
Ele não deu a mínima para a multidão. Essa era a sua oportunidade.

Não é o poder da oração, é o poder de Jesus. A oração é o meio pelo qual Deus nos proporciona mais intimidade com Ele. O poder é Dele, ele nos atende se Ele quiser.
Se o poder fosse da oração, todas as vezes que orássemos iria acontecer aquilo que oramos, ou qualquer oração feita a qualquer entidade seria respondida.

2) Clame a pessoa certa
Jesus, filho de Davi tenha compaixão de mim”.

Ele clamou e orou a pessoa certa, ele clamou ao único que pode atender as nossas necessidades. Quantas vezes nos preocupamos com quem ora e como ora? Quantas vezes nos preocupamos com orações longas? Não pedimos pra certa pessoa orar por que ela não sabe orar direito.

Deixa eu lhe fazer uma pergunta: Mas a quem você tem clamado?
Certa vez Elias desafiou o rei Acabe, pois o rei estava desobedecendo aos mandamentos do Senhor e estava seguindo os baalins, que era quem adorava a Baal: Havia um grupo de 450 pessoas que acreditavam em baal, diziam que era o deus do sol. E quando estava em época de seca eles sacrificavam pessoas a baal, pois diziam que a seca era castigo de baal.

E Elias desafiou esses profetas de baal a fazer um teste para ver quem era o verdadeiro Deus. O Deus de Elias ou baal.
Elias mandou que preparassem um novilho sobre a lenha e não colocassem fogo, que ele prepararia outro, e o que respondesse com fogo era Deus.
O povo achou boa a idéia e aceitou o desafio...

Elias também aproveitou a oportunidade, precisamos aproveitar as oportunidades de clamarmos a Jesus.
Façamos como Bartimeu e Elias, homens que aproveitaram as oportunidades. Um era profeta o outro era mendigo. Deus respondeu a oração dos dois, sabe porque? DEUS NÃO FAZ ASCEPÇÃO DE PESSOAS.

Do mesmo jeito de Elias eu quero fazer um desafio a você: Busque a Jesus... possa ser que seus problemas não se resolvam, possa ser que aparentemente apareçam mais problemas, mas se você não sentir uma paz e o desejo de segui-lo, está aqui a minha vida, você poderá fazer dela o que quiser.


Compaixão
Ele sabe exatamente o que precisamos.
A quem temos clamado meus irmãos? Eu cresci no Interior, e fui ensinado a clamar a Imagens, a fazer promessas.

Bartimeu clamou a Cristo, o único que podia lhe atender.

3) Ele se aproximou de Jesus

Ele o seguiu...
O milagre deve nos aproximar de Cristo.
Não é pra dizer obrigado e pronto, ou ficarmos dizendo o resto da vida que somos gratos, mas o milagre deve resultar numa aproximação mais forte com Jesus. Numa intimidade mais profunda com o Senhor.

Não devemos receber o milagre e nos afastarmos de Deus.
O milagre deve nos aproximar mais de Deus, assim como fez com Bartimeu.
Bartimeu voltou a enxergar e seguiu a Cristo, não disse obrigado Senhor e pronto e levou a mesma vida.

Sabe por que Bartimeu seguiu a Jesus?
A presença de Jesus é melhor do que qualquer benção. A sua companhia é melhor do que tudo.
O Salmista diz que na presença do Senhor a abundância de alegria. Sl 16.11

Temos que buscar a Deus não pelas bênçãos que ele pode nos dar, mais pela sua presença maravilhosa, pela sua companhia que é extremamente agradável. Sua presença é melhor que qualquer milagre.
Muitos presenciaram milagres, mas nem todos se aproximaram de Jesus.

O maior milagre é vermos a transformação da nossa vida através do Espírito de Deus, depois disso nos convém seguí-lo. Você já pode ter presenciado muitos milagres, mas nenhum deles com certeza não são maiores que a transformação que Deus opera na vida do ser humano.

O coração transformado é a maior maravilha que o ser humano pode experimentar.

A Jesus, o único que pode nos dar uma nova visão, seja a glória!

1 comentários:

Antonio Viana disse...

Que Deus lhe abençoe , muito bonito essa passagem de Bartimeu que vc descreveu.